A SUA EXPERIÊNCIA DE VIDA PARA AUXILIAR NOS SEUS ESTUDOS

 Meus amigos concurseiros, tudo bem?

Todos aqueles que estudam para concurso (não somente para concursos, mas para qualquer coisa na vida) tem seu processo, seu momento, suas horas para isso. Alguns conseguem aprender somente lendo; outros, escrevendo em paralelo; outros ainda escutando a voz do professor (a) na aula e rabiscando palavras (às vezes escutando música e rabiscando); enfim, existem várias formas de você se sentir mais confortável com uma disciplina.

O que trago para vocês é mais uma maneira de estudar, que funciona, e que pode ser aquilo que estava faltando para fixar determinados conteúdos, por vezes difíceis de engolir (eu sei, também sou um eterno estudante e tem coisas que só vai na força bruta mesmo). Em especial, trago para o estudo da nossa querida Administração Geral e Pública.

A questão é simples: como há uma dualidade entre teoria e prática (uns dizem que a teoria deve vir antes da prática, outros afirmam que a prática precede a teoria), é válido colocar os fatos em cima da mesa e tentar buscar a analogia, a situação, a aplicação da teoria na prática, uma vez que, quando estudamos (principalmente para concursos), já recebemos a teoria pronta, não precisamos analisar a prática para formular a teoria (a prática só vai acontecer depois da posse!).

Assim, vejamos uma pequena teoria da administração aplicada: Lá na década de 1970, meu amigo Simon (gosto de tratar os autores da Administração com essa parceria) desenvolveu a Teoria das Decisões, num livro chamado Comportamento Administrativo, no qual ele afirma que a Teoria Comportamental concebe a organização como um sistema de decisões. E decisões, meus amigos, nós tomamos todos os dias da nossa vida! Já reparou que, para chegar nesse texto, você DECIDIU abrir o link, provavelmente compartilhado por um professor que você DECIDIU seguir? E, certamente, você utilizou alguns passos (se não todos) que o processo de decisão pregou em teoria.

Para deixar mais ilustrado, vamos a uma situação que exija uma tomada de decisão: você está querendo comprar um carro último tipo, porém não tem dinheiro para tal. Você tem que se decidir: como vai fazer para conseguir isso? De acordo com a teoria, você tem algumas etapas para seguir. São elas:

1.       Percepção da situação que envolve algum problema – No exemplo, você está com o problema da falta de dinheiro, em uma situação adversa que não queria estar;

2.       Análise e definição do problema – Você faz uma análise de como chegou nesse ponto, porque ficou sem dinheiro, define que essa falta é seu principal problema, e que precisa reverter essa situação;

3.       Definição dos objetivos – A partir do momento que você conhece o seu problema (falta de dinheiro), serão traçados objetivos que superem esse problema, por exemplo: preciso ganhar uma quantidade X em dinheiro até o ano XXXX para comprar meu carro último tipo. Esse pode ser seu objetivo macro, o que não impede de terem outros pequenos objetivos.

4.       Procura de alternativas de solução ou de cursos de ação – Aqui vem a parte mais criativa, onde você vai pensar em como chegar no objetivo: para ganhar dinheiro, posso ser empregado em uma firma; posso abrir meu próprio negócio; posso conquistar uma vaga disponível num concurso, etc, etc.

5.       Escolha (seleção) da alternativa mais adequada ao alcance dos objetivos – Nesse momento você observa todas as alternativas anteriormente criadas, e escolhe uma. Após pensar, você escolhe que quer conquistar uma vaga disponível num concurso!

6.       Avaliação e comparação das alternativas – você escolheu, agora vai ver se realmente é essa alternativa que você acha mais viável. Seguindo o exemplo: escolhi concurso, pois não quero ter dor de cabeça com empresas, sendo eu empregado ou empreendedor!

7.       Implementação da alternativa escolhida – Uma vez eleita, a alternativa deve ser trabalhada! Escolhi concurso, então vou me matricular no Preparatório Objetivo, vou adquirir meu material para estudar, vou seguir o professor Egberto no instagram (@admegberto) para receber minhas dicas diárias, vou organizar meu cronograma de estudos, tomar uma dose diária de motivação com o Lucas Neto, aprender a escrever melhor com a Emília, o Welber, o Walmir, etc, etc... Vou fazer a prova, passar e celebrar!!

E, assim, você toma uma das principais decisões da sua vida! Além de comprar aquele carro último tipo, você pode comprar uma casa própria, ajudar sua família, mudar sua vida! Tudo isso, porque você conseguiu tomar uma decisão passo a passo, usando esse conceito de Administração na sua vida: vendo com clareza qual era o problema, traçando objetivo e implementando conforme fosse necessário. Claro, toda tomada de decisão envolve riscos, mas isso pode ser tema de outro texto (recomendo ficar ligado - #SeLigue!!!)

Como te falei, esse mecanismo pode ser colocado em prática, na medida que você continuar seus estudos, ver a teoria e entender a partir de um exemplo vivo! Tente! Se você conseguir se dar bem com esse jeito, excelente! Peça ajuda ao professor, se for necessário. Caso contrário, siga estudando da forma que você consegue absorver melhor o conteúdo! Para nós, o que vai fazer a geral feliz é a sua APROVAÇÃO!

Um forte abraço, bons estudos, e #PraFrenteÉQueSeAnda!!

Prof. Egberto Martins – Administração Geral e Pública

@admegberto

Compartilhar:

Tags:

Prof. Egberto Martins